works 

Persona, 2005

Persona, 2005

photograph

59 x 32 in

150 x 80 cm

1/1

Persona plays with the notion of identity and invisibilities. Portraits of three women from my family album were projected on my body. It is a kind of writing that I tried to encode. The light works as palympsests. It creates new layers, reveals an instantaneous fictitious appearance, a third person, and makes me to believe that we are subjects of constant mutations. Like primitive people who were frightened by camera because they thought it would  steal part of their soul, the images caused a strange feeling as if part of my body and my history were being taking away.

Persona examina a noção de identidade e invisibilidade. Retratos de três mulheres retiradas do álbum de fotografia de minha família foram projetadas sobre meu corpo. É um tipo de escrita que tento decodificar. A luz funciona como palimpsestos, criando novas camadas, revelando uma aparência fictícia instantânea, uma terceira pessoa. Me faz pensar que somos seres sujeitos a constantes mutações. Como pessoas primitivas que têm medo da câmara fotográfica pois acreditam que a fotografia rouba parte de suas almas, as imagens me causaram estranhamento. Era como se parte do meu corpo, da minha história, estivessem sendo levados.